menu
Topo
Deu Match!?

Deu Match!?

Categorias

Histórico

Conheça o Poppin: o Tinder para dar match em quem está do seu lado na festa

Deu Match!?

05/10/2018 04h00

Aplicativo foi feito para você dar match em pessoas que estejam na mesma festa que você (Foto: Divulgação)

Você pode dar vários likes, a conversa rolar solta e você achar o match superinteressante, mas se o pretendente estiver longe e a preguiça bater, as coisas vão ficar no zero a zero, mesmo. Mas, e se existisse um Tinder só para quem estivesse bem perto, digamos, no mesmo evento que você? Ele já existe e se chama Poppin.

A ideia do aplicativo é bem simples: oferecer um ambiente virtual estilo Tinder no qual você dá match apenas com pessoas que estão na mesma balada, festa ou evento que você. O objetivo aqui é um só: diminuir as várias horas de conversas online e partir para o date real.

Veja também:

Filipe Santos, um dos fundadores do Poppin, diz que a ideia do aplicativo surgiu da percepção de que flertar virtualmente não era das tarefas mais agradáveis. "O que ficava muito claro pra gente é que, no geral, o processo de conhecer alguém através de um app de relacionamento e sair com essa pessoa era bem chato, complicado e muitas vezes a experiência não era nada boa. Então, nós pensamos, 'por que não criar algo que realmente facilite encontros reais e de forma mais natural?"'.

Foi assim que, em parceria com Guilherme Ebisui, Filipe criou o Poppin, que, segundo ele, é uma alternativa do mercado de apps de relacionamento "mais descontraída e propícia para as pessoas se conhecerem". Atualmente, o aplicativo já tem mais de 500 mil usuários em todo o Brasil, com mais da metade desta base construída por meio do famoso boca a boca.

O uso do Poppin é simples: você baixa o aplicativo e cria uma conta utilizando o perfil do Facebook. Depois de selecionar a festa em que você estará, o aplicativo te mostra outros usuários para que você dê likes. A parte interessante é que estes pretendentes estão no mesmo lugar que você, então, depois do match, é só marcar um local (talvez em frente ao bar ou ao lado dos banheiros?) e partir para a paquera cara a cara.

"Baile do Dennis", "Helvetia", "Quem Nunca?" e "Tardezinha" são alguns dos eventos que já utilizaram o Poppin, além de festas de universidades como USP, ESPM, FGV, Cásper Líbero, Mackenzie, Insper e Anhembi Morumbi.

Eduardo Heluany, gerente de marketing do Bloco do Urso, famoso bloco do Carnaval mineiro, afirma que a festa já está indo para a sua terceira edição com o Poppin. "Nós percebemos que não tínhamos nada a perder ao decidir utlizar o app. Não foram todos os participantes do bloco que usaram o app nas duas edições anteriores, mas percebemos que muita gente baixou, principalmente os foliões de fora da cidade onde o Bloco do Urso acontece", explicou ele.

Fazendo um balanço da participação do Poppin nas festas, Heluany acredita que o maior atrativo do serviço é ser capaz de promover uma maior interação entre as pessoas que já estão em um mesmo contexto. "O Bloco do Urso não é composto apenas pelos shows, bebidas e música, ele é feito principalmente pelas pessoas. Então ter uma ferramenta que ajuda os participantes a conectarem-se entre si é a melhor das experiências", afirma ele.

Adaptações para o mercado

Em se tratando de oferecer um espaço para matches no mesmo local, o Poppin é pioneiro, porém, a equipe do aplicativo já pensa em ir brigar no mercado dominado por grandes players como o Happn e o próprio Tinder.

"Nós estamos começando a ir além de eventos para conectar pessoas. Nós queremos ser o app que mais transforma matches em encontros na vida real e é para isso que lançamos a função "Atividades". Nela, você pode dizer o que gosta de fazer e nós mostramos pessoas que também gostam de fazer essas mesmas coisas, sempre com foco em diversão e lazer. Assim, nós tornamos todo o processo de se conhecer alguém por um app de relacionamento muito mais leve e natural, já que você pode dar match com os perfis já sabendo onde é o melhor lugar para marcar o encontro", explica Santos.

Atualmente, são seis atividades no app: Bares, Festas e Baladas, Sair pra comer, Ver um filme, Eventos Culturais e Passear no parque. Na lógica do aplicativo, as chances de o date ir pra frente é bem maior, uma vez que os dois gostam de fazer a mesma coisa.

Sobre o blog

Notícias, curiosidades e muitas histórias de quem já se deu bem ou quebrou a cara nos apps de paquera.