Topo
Deu Match!?

Deu Match!?

Categorias

Histórico

Veganos e vegetarianos contam vantagens dos apps de namoro feitos para eles

Deu Match!?

24/04/2019 04h00

Crédito: Pexels

O veganismo e vegetarianismo é mais do que um estilo de vida alimentar. Está relacionado a pessoas que pensam em a preservação ambiental e têm amor aos animais. Dessa forma, é natural que esse grupo de pessoas procure se relacionar afetivamente com aqueles que compartilhem desse mesmo pensamento.

Foi pensando nesse público que Alex Felipelli, 39, lançou em outubro de 2018, em inglês, e no último mês de fevereiro, em português, o app Veggly, desenvolvido por ele.  "A ideia surgiu da minha necessidade. Quando estava solteiro,  tinha dificuldade em me relacionar com onívoros [aqueles que se alimentam de carnes e vegetais, sem restrições], até conhecer minha namorada que também é vegana. Além disso, conheço muitas pessoas veganas e vegetarianas que preferem se relacionar com alguém que pense da mesma forma", conta o engenheiro.

O app Namoro Vegano também segue essa toada. O app foi criado por veganos com o intuito de aproximar pessoas que tenham o mesmo interesse na causa animal. Aqui, o grande diferencial é que, além de ser um aplicativo de relacionamento, o usuário pode também acessar uma área de descontos em estabelecimentos com esse perfil, e, também, comprar e vender produtos e aprender receitas veganas. E, os usuários, o que acham desses apps?

Patrícia Brum diz que é difícil namorar alguém que veja no consumo de carne uma necessidade. Crédito: arquivo pessoal.

"É complexo demais ter um relacionamento no qual a outra pessoa é carnívora ao extremo"

Patrícia Brum de Sousa, 19, é vegetariana desde os quatro anos. A secretária conta que entrar na cozinha e ver a mãe temperando um frango por dentro a fez começar a ter vários questionamentos que a levaram a abolir a carne de seu cardápio. "Nós, que temos esse pensamento de preservação, cuidado e zelo com o mundo, sofremos muitas críticas. Você vai a um restaurante e não há o que comer ou, se tem, é um cardápio muito limitado, o mesmo acontece ao ir a uma loja e o vendedor não entender que você quer algo simples e sustentável. Muitas vezes, ao expor sua opinião, você é criticado e ironizado", diz ela.

Veja também:

Medo? Frustração? Usuárias contam por que desistiram dos apps de namoro

Gays falam sobre homens heterossexuais que os procuram em apps de pegação

Saiba identificar os sinais de que aquele cara lindo do app não vale a pena

Ela descreve como de extrema alegria a descoberta da existência de apps voltados para veganos e vegetarianos. "Quando você entra em um aplicativo assim como o Veggly, se sente inteirado, acolhido, que sua luta está fazendo efeito. Você não é única e não está sozinha. É muito bom saber que pessoas que vivem próximas, que você nem imaginava, compartilham desse pensamento com você".

Moradora de Santos, no litoral de São Paulo, Patrícia afirma não ter saído com ninguém que conheceu no app, mas que fez amizades. A garota vê como ponto negativo no app os usuários pertencerem a um grupo restrito. Para ela, é importante espalhar a filosofia vegana e vegetariana pelo mundo. "Espero que esse app ganhe força para que possa me conectar não só com os veganos e vegetarianos da minha cidade, mas do estado e do país, que possamos compartilhar a ideia".

José Dornela diz não ter encontrado pessoas preocupadas com o meio ambiente em apps de relacionamento mais tradicionais. Crédito: arquivo pessoal

"Pintaram uma imagem radical dos vegetarianos ao longo dos anos"

Foi o colesterol alto que levou José Dornela Filho, 32, ao vegetarianismo há cerca de dois anos. "Hoje sou vegetariano estrito, além de não consumir nenhum tipo de carne, aboli do meu cardápio ovos, laticínios e mel no início deste ano. Somos empáticos com quem está começando a despertar. Acho que aceitar as diferenças é o princípio da mudança", diz o microempreendedor.

Ele conta que terminou um namoro por ter sentido que seu amor às causas animal e ambiental, demonstrado por meio do veganismo, era maior que o sentimento dele pela pessoa com quem estava.  "Infelizmente, alguns relacionamentos terminam e círculos sociais se fecham quando se é vegetariano ou vegano. O aplicativo é bom por me aproximar de pessoas com pensamento e ideologia parecidos com os meus", pontua José.

O mineiro acredita ser uma grande vantagem ter esse meio não só para conhecer alguém, mas também para que mais pessoas entendam a causa.  "O lado positivo de apps como o Namoro Vegano é que a comunidade cresce por meio deles e têm seus princípios e valores difundidos."

Will Lemansch diz que se relacionaria com alguém que não fosse vegetariano. Crédito: arquivo pessoal.

"Não é possível obrigar que todos tenham a mesma consciência que nós"

Wil Lemansch, 38, afirma que antes de conhecer o Veggly nunca tinha se deparado com nenhum app voltado para veganos e vegetarianos. "Já tive um encontro usando o app há poucas semanas e foi melhor do que o esperado".

Assim como os outros entrevistados, Wil vê como positiva a possibilidade de conhecer pessoas que tenham afinidades tanto no que diz respeito à sua filosofia de vida quanto a alimentação. "O ponto negativo é que as pessoas ainda estão descobrindo que podem sair dos apps tradicionais e ir para apps mais específicos".

Usuário do app há cerca de três meses, o artista plástico se diz aberto a possibilidade de namorar alguém que não seja vegano ou vegetariano.  "Veganismo é uma questão de consciência. Não é possível obrigar que todos pensem da mesma forma. Então, se eu conhecer alguém que não seja vegano, mas que não seja fechado às questões ambientais e direitos animais, poderia, sim, namorar com essa pessoa".

O estudante Joelson Neves vê no app uma forma de também fazer amizades. Crédito: arquivo pessoal

"Nós, que somos veganos, temos dificuldade em encontrar alguém parecido conosco".

Joelson Neves da Silva, 25, é vegetariano estrito há três anos. Antes de se mudar para a Argentina para estudar Medicina, ele conta que tinha amigos e relacionamentos que compartilhavam do mesmo estilo de vida no Brasil.  "Já usei apps mais tradicionais de relacionamento, tive boas experiências neles, mas nunca fui muito adepto desses aplicativos. Quando soube do Veggly, pensei que seria uma boa oportunidade de conhecer uma garota legal ou fazer amizades", relata.

O estudante conta já ter saído com uma garota que conheceu no app, que queria apenas alguém para fazer companhia e falar sobre o assunto. "A questão é que, querendo ou não, nós, que somos veganos, temos dificuldade em encontrar alguém parecido conosco. Particularmente, sou sociável com todos, mas acharia legal estar com alguém que compartilhe do mesmo estilo de vida ."

A vida corrida não permite que ele use o app tanto quanto gostaria, mas ele conta que é um alento saber que há um aplicativo com esse perfil. "Minha experiência tem sido agradável. Morando em outro país, longe de todos, o app veio numa boa hora. Nem sempre os apps de relacionamento servem para algo a mais, às vezes só procuramos uma boa companhia com quem tenhamos algo em comum", conclui o jovem.

Por Eligia Aquino Cesar, colaboração para a Universa

Sobre o blog

Notícias, curiosidades e muitas histórias de quem já se deu bem ou quebrou a cara nos apps de paquera.

Mais Deu Match!?