menu
Topo
Deu Match!?

Deu Match!?

Categorias

Histórico

Apps de relacionamento farão de tudo para você sair do zero a zero em 2019

Deu Match!?

2006-02-20T19:04:00

06/02/2019 04h00

Apps estão lançando novas funcionalidades para garantir o seu crush em 2019 (Foto: Pexels)

2019 chegou e a vontade de encontrar um crush está maior do que nunca? Os aplicativos estão aí para ajudar você na sua missão de achar um bom pretendente, e neste início de ano eles estão se preparando para melhorar ainda mais as suas chances de encontrar alguém. Veja abaixo as novidades e planos que alguns dos principais apps têm para o ano:

Grindr

2018 foi um ano bem agitado para o aplicativo gay. Em outubro do ano passado, o Grindr emitiu uma advertência a seus usuários para deixar de usar fotos de rosto, entre outras diretrizes, o que deixou algumas pessoas com o pé atrás. Segundo Fernando Sandes, gerente de crescimento do Grindr Brasil, a base de usuários da plataforma entendeu o intuito do alerta, mesmo levando em conta o estranhamento. Por outro lado, o ano também foi positivo, segundo ele. Sem abrir números, a plataforma afirma que teve um crescimento considerável no Brasil, o que motivou novas iniciativas no país, como o Grind Xperience, que deve se consolidar em 2019.

Veja também:

"O Grindr Xperience é um projeto 100% brasileiro que deu aos nossos usuários acesso VIP e descontos para as principais festas gays pelo país. Além disso, o Brasil é um país muito querido pela empresa, e não é à toa que foi escolhido para sediar o nosso primeiro escritório na America Latina", conta Sandes. Para os próximos meses, a plataforma está planejando uma funcionalidade exclusiva para o mercado brasileiro. Nesse meio tempo, o app abriu uma conta de Instagram para divulgar novidades e promoções aos usuários.

Happn

Com dois milhões de usuários a mais do que no ano anterior, o Happn, app em que você cruza com os pretendentes na rua fechou o ano de 2018 com 7,5 milhões de usuários no Brasil, um dos principais mercados da plataforma no mundo.

Também preparando novidades para o Brasil em 2019, o app prefere não revelar o que vem por aí, mas adiantou ao Deu Match!? que quer fazer os seus usuários saírem mais do sofá e se jogarem na vida offline. "Os projetos em progresso são principalmente sobre encorajar nossos usuários a finalmente fazer as coisas se moverem e serem protagonistas da sua vida amorosa. Também temos muitos projetos sobre realidade aumentada, desenvolvimento de inteligência artificial e melhoria da comunicação entre nossos usuários para empurrá-los de volta à vida real", disse o app em comunicado.

Para aqueles que acham que o app tem um ar muito gringo, o futuro do Happn é animador. Para este ano, o aplicativo está aumento o contato com representantes locais, para tornar as mensagens e movimentos do app mais próximas da população brasileira. "Hoje o Happn é o segundo aplicativo de namoro mais baixado do país, e nós claramente pretendemos continuar com nossos esforços aqui", afirmam.

Além de São Paulo e Rio, também está na mira do Happn algumas outras capitais do país, como Belo Horizonte, Brasília, Curitiba e Porto Alegre, que devem receber eventos e atividades em pontos turísticos e vias principais.

Hornet

Só na cidade de São Paulo, são mais de 1 milhão de usuários ativos no Hornet e, com tanta gente conectada, o aplicativo de pegação gay busca cada vez mais oferecer novidades para seus usuários. Ainda que não receba novidades exclusivas para o mercado brasileiro, o investimento em conteúdo próprio deve ser expandido com força total em 2019.

"Queremos produzir mais conteúdo uma vez que já trabalhamos exaustivamente na criação de conteúdo voltado para o homem gay brasileiro, e somos o único app a fazer isso. Também estamos planejando consolidar parcerias com portais de notícias", conta Márcio Rolim, editor sênior do Hornet Brasil.

Tinder

O mais famoso dos apps de pegação também é o que mais ganha concorrentes derivados de suas funções. Em 2018, ele contou com algumas inovações, mas nada de sossegar. Para continuar à frente da concorrência, o Tinder tem a implementação de novas funções como meta para 2019.

O aplicativo não dá nenhuma dica sobre as novidades, mas reconhece que o Brasil é um dos seus principais mercados, recebendo em breve os novos elementos. "O Brasil representa o maior mercado do Tinder na América do Sul e um dos nossos 10 maiores mercados globais, por isso estamos sempre de olho no país. Os brasileiros adoram tecnologia, redes sociais e de conhecer novas pessoas, o que tornou o Tinder uma opção excelente e natural para o mercado. Vemos o Brasil como um local de grandes oportunidades para continuar a crescer e explorar novidades", disse em comunicado ao Deu Match.

Poppin

O brasileiro Poppin também está inovando para ganhar público em 2019. A proposta do app é oferecer um ambiente virtual para que você dê match com pessoas próximas e/ou num mesmo evento que você, e assim diminuir as interações online, acelerando os encontros presenciais.

Ainda neste sentido, para este ano, o app quer oferecer mais ferramentas para os usuários encontrarem seus pretendentes. O formulário de cadastro foi completamente reformulado para que o usuário escolha atividades e locais que ele gostaria de frequentar. A ideia é estimular as pessoas a utilizar essas informações nos encontros e se conectar com outros usuários que têm as mesmas preferências de entretenimento.

"Os tipos de lugar que as pessoas gostam de frequentar dizem muito sobre elas, e apresentar informações mais específicas, ao invés de mostrar referências gerais como idade e localização, auxilia a começar uma conversa de uma maneira mais natural, além de facilitar a marcar encontros", afirma Guilherme Ebisui, fundador e CEO do Poppin.

A estimativa é que os encontros cresçam em até 50% com estas mudanças. No momento, o Poppin tem mais de 500 mil usuários no Brasil.

Sobre o blog

Notícias, curiosidades e muitas histórias de quem já se deu bem ou quebrou a cara nos apps de paquera.